Índios no Brique da Redenção

Por: gasometro

maio 31 2010

Categoria: Praças e Parques

Os invisíveis donos da terra - Foto: Cesar Cardia

Nos domingos,  eles aparecem no Brique da Redenção, colocam algumas peças de artesanato para venda e cantam suas músicas esperando que algumas moedas sejam colocadas em uma caixa de “coleta”.

Poucos param, salvo para filmar ou tirar alguma foto.

Qualquer manifestante, palhaço ou músico que dedilhe algum violão atrai mais gente que eles, os antigos donos da terra. A população os trata como mendigos incômodos, por isso são quase invisíveis.

Em Porto Alegre vivem três povos indígenas (Guarani, Kaingang e Charrua). Cada um deles tem identidade própria: cultura, língua, crenças e costumes. A fonte de subsistência dos Guaranis e Kaingangs é o artesanato e o cultivo de pequenas roças.

Kaingang: cestarias confeccionadas a partir do cipó e da taquara; coleta de ervas e alimentos nos campos e matas da região.

Guaranis: produzem esculturas em madeira e cestarias com fibras de taquara. Também cultivam espécies de uso alimentar (batata, feijão, milho, amendoim, cana de açúcar, abóbora) e fumo.

Charruas: produzem artesanato e projetam o cultivo e a criação de pequenos animais como uma atividade produtiva que pretendem efetivar.

http://www.comin.org.br/news/publicacoes/1207079439.pdf

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: