Julinho

Por: gasometro

nov 13 2011

Categoria: Bairros

Colégio Estadual Júlio de Castilhos - Foto:Cesar Cardia

O Colégio Estadual Júlio de Castilhos, também chamado de Julinho, é uma escola pública localizada na cidade de Porto Alegre, no estado brasileiro do Rio Grande do Sul. Faz parte da história da cidade. Lá surgiu o primeiro Movimento Tradicionalista Gaúcho e muitas personalidades, do estado e do país, passaram por seus bancos escolares. Já foi mencionada em letras de canções e em livros.

Foi fundado por João José Pereira Parobé no dia 23 de março de 1900, então com o nome de Ginásio do Rio Grande do Sul. Em 1908, foi renomeado para homenagear o político gaúcho Júlio de Castilhos, falecido cinco anos antes. Na década de 1930, a escola quase foi privatizada por um decreto do governo do Estado, o qual pretendia deixar todo o ensino secundário nas mãos de escolas particulares.

A sede original, de estilo renascença alemã (algumas fontes citam art-nouveau), foi destruída por um incêndio sete anos antes de ser erguido o atual prédio, em estilo moderno. Durante esse período, a escola funcionou no prédio do Arquivo Público de Porto Alegre.

Situado junto à Praça Piratini, entre os bairros Santana e Azenha, o colégio acelerou a urbanização da região e, por algum tempo, representou o ensino público de altíssima qualidade.

Originou, em 1943, o primeiro Centro de Tradições Gaúchas (CTG) e em 1979, o primeiro grupo de ecologia ligado a uma escola do Rio Grande do Sul, chamado Kaa-Eté (mata virgem, em guarani). Atualmente, o Júlio de Castilhos é a maior instituição de ensino do Estado, com cerca de 3600 alunos matriculados, bem como uma das mais antigas.

Fonte: Wikipédia

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: